NAMORADOS PARA SEMPRE



Na lista de longas que analisam relações amorosas, Namorados Para Sempre é um filme intrínseco. De aura indie – fora o baixo orçamento, lá estão as raras inserções de trilha sonora não justificada e a narrativa intensamente calçada em conflitos -, a obra de Derek Cianfrance aborda o início e o fim de uma relação com a mesma ambiguidade do estado de espírito de seus protagonistas.

O incômodo é presente nas duas esferas; de lares cercados por traumas, Dean (Ryan Gosling) e Cindy (Michelle Williams) são personagens tão fortes quanto a unidade. Ambos se assumem como vítimas do desamparo em todos os sentidos nos dois extremos do filme – daí a linearidade da narrativa. Tais características realçam o sacrifício de ambos para construir uma relação bem sucedida. Os momentos de afeto marcam a sensibilidade nas articulações do filme – o lado lúdico da conquista amorosa é ilustrado de forma tão convincente que colide com a melancolia intensa do texto.

Namorados Para Sempre destroça a brusca mudança de comportamento em momentos de rotina e crise, rendendo a cena mais tocante do filme – quando Dean tenta resgatar o sentimento esmagado pelo tempo. Cianfrance vai ao âmago do desgosto brutal de se ter promessas quebradas, no fácil desmoronamento de um mundo que fora construído com lágrimas e sangue e o apoio de entorpecentes para se dizer satisfeito.


Namorados Para Sempre (Blue Valentine, EUA, 2010) de Derek Cianfrance

Comentários

  1. Excelente artigo, todo poster que leio aprendo um pouco sobre Marketing Multinivel, um dia acho que chego a guru rsrsrrs.

    ResponderExcluir
  2. Deve ser um ótimo programa para quem aprecia bons atores em papéis exigentes e densos.

    ResponderExcluir
  3. Otimo Pedro! Achei esse filme sensacional e os personagens excelentes. Gosling interpreta de uma forma que com o personagem chama atenção da gnt logo de cara. Achei perfeito os dois pólos em que o diretor trabalha ao mesmo tempo intercalando entre passado e presente, e usando das cores, cameras e da capacidade de ambos protagonistas pra reforçar o antagonismo que o tempo fez com o casal.

    Eu tenho uma teoria que acaba considerando o titulo nacional nao tao tosco, apesar de que com certeza foi sem querer da parte da distribuição nacional, rs. Mas pra mim, é como se eles foram namorados para sempre, enquanto namorados, hahahahaha

    bjs

    ResponderExcluir
  4. ótimo filme para ver sozinha no dia dos namorados por sinal…hahahaha

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas