FRANKENWEENIE


De volta ao subúrbio californiano, Tim Burton não larga as alegorias que o colocam como pilar da estética gótica e dos contos sobre personagens desajeitados. Frankenweenie, extensão do curta homônimo produzido e dirigido por Burton em 1984 volta ao concretismo em relação ao espaço lúdico, usando macetes simples do cinema – fonte de inesgotáveis homenagens durante o desenvolver do filme e ao expressionismo, onde sombras e contrastes são predominantes na estética.

Se o pequeno Victor traz seu cachorrinho Sparky à vida através de elementos científicos, Burton, por outro lado, encanta aos mais velhos ao rechear sua aventura infantil com referencias ao cinema de horror; visualmente, ligamos algumas figuras a Frankenstein e A Múmia, por exemplo. Pelo comportamento e ligações irônicas, temos Godzilla e O Lobisomem. Ainda há espaço para reconstituições de sequências, às vezes ligeiras, outrora alusivas a clássicos como Nosferatu e Metrópolis.

Ainda que Frankenweenie esteja em terreno comum para o desenvolvimento narrativo e de personagens, estamos diante de uma sincera reconstituição de um mundo de imaginação e fantasia – pertinentemente ligada à solidão de um garoto sem irmãos e amigos. Esta que utiliza a inocência como algoz do choque que as figuras sinistras podem causar ao público – afinal, a ternura rapidamente faz com que adultos e crianças, por caminhos distintos, abracem o filme em poucos minutos.

 
Frankenweenie (Idem, EUA, 2012) de Tim Burton

Comentários

  1. É incrível como Burton consegue trabalhar com o sombrio, sempre presente em qualquer trabalho seu, e o delicado/lúdico ao mesmo tempo. Frankenweenie é o melhor exemplo disso. Sem falar que é delicioso encontrar cada uma das muitas referências ao longo do filme.

    ResponderExcluir
  2. Ainda não vi, mas espero sinceramente que Burton receba, com este filme, o reconhecimento que há muito tempo lhe devem.

    ResponderExcluir
  3. Já está na minha lista.

    O Falcão Maltês

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas