Top 10 - Festival do Rio

55 filmes depois, eis meu top 10 do Festival do Rio:

10. O Samurai (Der Samurai) de Till Kleinert

09. National Gallery (Idem) de Frederick Wiseman

 08. O Ciúme (La Jalousie) de Philippe Garrel

07. Jornada ao Oeste (Xi You) de Tsai Ming-Liang

06. Stations of the Cross (Kreuzweg) de  Dietrich Brüggemann

 05. La Sapienza (Idem) de Eugène Green

04. Cavalo Dinheiro (Idem) de Pedro Costa

03. Ida (Idem) de Pawel Pawlikowski

02. Casa Grande (Idem) de Fellipe Barbosa

01. E Agora? Lembra-Me de Joaquim Pinto

Menções: Matar um Homem (Alejandro Fernández Almendras), O País de Charlie (Ralf de Heer), Carvão Negro (Diao Yi'nan), O Presidente (Mohsen Makmalbaf) e Prometo Um Dia Deixar Essa Cidade (Daniel Aragão)

Comentários

  1. Gostei, Pedrinho! Alguns deles eu estava muito interessado em ver, mas deixei passar por acreditar que vão entrar no circuito, foi o caso de "O Ciúme" e "Ida", salvo engano. Arrependo-me de não ter visto "E Agora? Lembra-Me", mas acabou não encaixando na minha logística. Dos que eu vi o meu preferido foi "Stations Of The Cross", legal que tenha ficado no seu Top 10!

    ResponderExcluir
  2. Esse do Pedro Costa é o bicho é o bicho!

    ResponderExcluir
  3. Achei puro luxo O país de Charlie e O presidente terem ganhado menção honrosa

    ResponderExcluir
  4. Oi, Pedro.Alguns q foram citados aí, um ou outro eu baixei, e os baixados ainda não comecei a ver. E agora? Lembra-me eu gostei. Realmente bem utilizados os 165' ...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas