(500) DIAS COM ELA

 

Atualmente o subgênero batizado de “dramédia” - que segue narrativas dinâmicas com pequenas doses de drama - está em total ascensão e dezenas de filmes pipocam nos cinemas com qualidade duvidosa. O que o diretor de clipes Marc Webb faz de seu debut em (500) Dias com Ela é, em partes, subverter as intenções deste gênero, pois o diretor mantém a narrativa de fácil absorção, mas coloca dentro de um enredo romântico uma potência dramática em idéias que transformam o seu filme em uma antítese de como o filme é vendido.

Webb busca o denominador comum entre sentimentos alheios dentro de um texto aparentemente bem pessoal. É interessante ver o lado trágico se sobressaindo ao cômico dentro de um molde mais acessível. O cotidiano de Tom e Summer é fragmentado dentro destes quinhentos dias que dão nome ao filme, mas sem julgá-lo, todo risco e conseqüência vivida pelos protagonistas vêm sempre com a preocupação geral de manter uma equivalência entre o trágico e o ternurente.

É explícita a vontade abrangente de Webb para agradar um leque maior de pessoas quando torna seu texto mais defensivo junto com a ostentação de um estilo de vida que seus personagens adotam, que nada mais é que um espelho de seu público alvo. Mesmo com essa “jogada suja”, o filme tem forças suficientes para mergulhar numa fase crítica da vida de Tom, que é vivido por Joseph Gordon-Levitt com excelência e ao invés de procurar soluções para ele e muito menos fazer que o espectador se sinta aliviado por vê-lo superando obstáculos colocados pelas circunstâncias, Webb foca no o caos sentimental vivido por ele .
(500) Dias com Ela é sobre tempos difíceis e a resposta é que nada como um dia após o outro para superar os problemas, ou para arrumar novos, tudo vai depender de como você vê as coisas. Isso é o que Marc Webb faz questão de deixar bem claro.

(500) Dias com Ela ((500) Days of Summer, EUA, 2009) de Marc Webb

Comentários

  1. Esse é um gênero ao qual eu não me arrisco muito. Procuro ver só os que recomendam e garantem ser de boa qualidade e sua crítica fez eu colocá-lo a minha lista. Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Um site como esse sf3 este1 faltando as tdaaormeps da serie FRIENDS!!! Por favor ADM coloca ai AS TEMPORADAS DOS FRIENDS!!!! PELO AMOR DE DEUS!!!!!! CONCERTEZA IRIA ENRIQUECER AINDA MAIS SEU SITE, OBRIGADA PELA ATENc7c3O E VOU AGUARDAR SUA RESPOSTA, VC E SEU SITE ESTc1 DE PARABENS!!!

    ResponderExcluir
  3. São lançados diversos filmes neste estilo por ano e é sempre uma loteria saber qual realmente vale a pena ser visto.

    Até mais

    ResponderExcluir
  4. Definitivamente um dos mais aguardados por mim, não apenas pelos comentários positivos, mas também por essa dupla principal adorável.

    ResponderExcluir
  5. Bicho, eu PRECISO ver esse filme urgentemente!

    ResponderExcluir

  6. um dos filmes mais bem falados do momento. tô mt a fim de ver.

    a trilha sonora deve ser foda, afinal tem belle and sebastian, doves, smiths, spoon, the clash, feist...

    ResponderExcluir
  7. Tá todo mundo falando bem desse filme! Ele tem todos os elementos que eu adoro!

    ResponderExcluir
  8. Uma agradável surpresa. Uma realização que revela o passado de Marc Webb nos videoclipes, mas que funciona muito bem no filme, que funciona muito com a química dos protagonistas. Pena que em Portugal o filme não tenha estreado nos cinemas e esteja para ser editado directamente em DVD.

    ResponderExcluir
  9. Adoro filme assim. Vou ver em breve

    ResponderExcluir
  10. Muito bem conciso! Realmente, 500 dias com ela é simpatico e difere das demais comedias romanticas.

    O filme convence, é isso.

    Abraços.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas