INTRIGAS DE ESTADO



Baseado na série de TV homônima exibida na BBC, Intrigas de Estado por mais que se apresente como um policial "mais do mesmo", consegue preencher lacunas deixadas por obras similares deixando o filme de investigação muito bem amarrado e consegue deixar rastros de dúvida, domando a atenção do espectador até seus momentos finais.

A história é a de sempre: Um escândalo político é manchete dos jornais, quando um falido jornalista – em quem a ação dramática se foca – resolve investigar o caso, ir mais a fundo e descobre que existe muita sujeira embaixo dos tapetes.

Kevin Macdonald (O Último Rei da Escócia) consegue trazer a volúpia amarrando o óbvio em uma trama de andamento fácil e que tem desenvoltura, mesmo com decupagem e montagem tão simplórias e que seguem o padrão da obviedade dos filmes do gênero. O ex-soldado e deputado Stephen Collins vivido pelo fanfarrão Ben Affleck perde sua amante num suposto suicídio no metrô. Quando Cal McAffrey, interpretado por Russel Crowe, um jornalista que se interessa mais por qualidade e não por quantidade e na emergência de notícias que logicamente resultam num crescimento do número de vendas tem de enfrentar a sua chefa Cameron (Helen Mirre – sempre ótima) nesta suposta teoria de conspiração contra o deputado.

Neste rolo estão conflitos de interesses amorosos, financeiros, acerto de contas e uma básica troca de favores; A questão óbvia é pela procura do vilão e do mocinho da história, pois aqui, uma mão lava a outra. O alerta para a sociedade é deixado de uma maneira explícita e insere esse manifesto a trama sem maiores problemas.

Mesmo cercado de clichês do gênero quando se fala de técnica e macetes, Intrigas de Estado é um filme que não cai no marasmo e na obviedade de um roteiro (que conta com o reforço de Tony Gilroy) de um gênero moldado, mesmo com a intensa tentativa de Affleck de estragar o clímax do longa, Macdonald mostra que consegue domar o amadorismo alheio.


Intrigas de Estado (State of Play, EUA/Inglaterra/França 2009) de Kevin Macdonald

Comentários

  1. Então o saldo é bastante positivo, apesar da nota. Estou ansioso por este. Como não veio aqui pra my city, vou acabar baixando.Abs!

    ResponderExcluir
  2. Embora protagonizado pelo Russel Crowe (um dos atores que mais odeio desde sempre!), tenho muito interesse em assistir "Intrigas de Estado". Filmes acerca do Jornalismo quase sempre terminam muito bem

    ResponderExcluir
  3. Cara! O Russel Crowe tá a cara do Eddie Vedder nesse filme! hahahaha

    ResponderExcluir
  4. Só pelo fato de ter o Tony Gilroy como roteirista já chamou minha atenção, sem falar que recebeu muitos elogios (sua opinião foi uma das mais "moderadas" que vi até agora). Preciso ver!

    ResponderExcluir
  5. Também muito ansioso por este, um dos filmes mais aguardados do ano por mim, e Pedro você me deixou um tanto …

    ResponderExcluir
  6. É um filme que espero não falhar. O elenco e o argumento são bastante atractivos.Abraço.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas