JOVENS ADULTOS


No embate de décadas criado em Jovens Adultos, o diretor Jason Reitman (Juno, Amor Sem Escalas) ilustra o roteiro de Diablo Cody com referências óbvias aos anos 90 e joga sua protagonista Mavis Gary (Charlize Theron) num conflito comum dos anos 2000 – época que ganha a máxima dos livros para adolescentes como saída irônica e não menos hermética.

Mavis volta a sua (não tão) querida terra natal à procura de Buddy (Patrick Wilson), a fim de reatar uma relação encerrada na época do colegial. A crise de meia idade está lançada. Entre o comportamento inconsequente à postura de mulher bem sucedida, Reitman constrói um protagonista de sensação erma, visceral e de fácil associação à nostalgia e a (re) conquista de um tempo de ouro.

Voltar à adolescência parece para Mavis o caminho certo para sentir-se viva novamente, mas como Reitman reitera em suas alegorias (Jovens Adultos é o filme mais completo do diretor neste quesito), o tempo é tão abstrato quanto o mecanismo que nos leva a atos inesperados e inexplicáveis. Simples, direto e delicioso.

★★★★
Jovens Adultos (Young Adult, EUA, 2011) de Jason Reitman

Comentários

Postagens mais visitadas