LONDON RIVER - DESTINOS CRUZADOS



2005. Atentados mudam a sorte da Inglaterra que é marcada por bandeiras a meio mastro. Elisabeth liga pra saber se está tudo bem com a filha. Ela não atende. À procura da filha, ela vai até Londres e vê que ela mora em um bairro onde a população em sua maioria, é muçulmana. Elisabeth leva em si a doutrina protestante. Estes valores ficam obsoletos durante a busca por informações que ela só encontra um norte quando Ousmane (interpretado por Sotigui Kouyaté, vencedor do prêmio de melhor ator no Festival de Berlim) entra na história.

Rachid Bouchareb constrói com delicadeza o embate de valores e a claustrofóbica rotina da busca de Elisabeth e Ousmane pelos seus filhos ultrapassando fronteiras religiosas e costumes quando o acaso e a compaixão podem levar os dois a novos horizontes e conclusões sem se prolongar e muito menos fazer uma exploração maior de assuntos já tão saturados pela mídia em cenas que a única reação é o riso, pois é ridículo como nós podemos ser tão extremistas em casos que não existe diferença alguma. Não é o foco de Rachid achar falhas nos comportamentos guiados pela fé, mas sim mostrar que não existe necessidade para radicalismos.

Com ótimas atuações e uma direção elegante, sem exageros ou macetes para interferir na posição da platéia, London River é uma pequena pérola, sem apontar para politicagens e mesmo que posicione o seu norte na diferença religiosa, não é isso que o seu texto quer discutir. Pelo contrário, suas metáforas tendem a uma saída, um acordo, pois prejudicados pelo terror, todos serão.

 
London River (Idem, Inglaterra/França/Algéria, 2009) de Rachid Bouchareb

Comentários

  1. Ibertson Medeiros26 de maio de 2013 17:57

    Não conhecia este filme, mas gostei bastante da sinopse.

    ResponderExcluir
  2. Direção elegante?

    Jesus, seus textos são cheios de clichês como este. E vc conseguiu escrever uma frase com OITO linhas. Um assassinato da língua portuguesa. Nota-se que não é jornalista.

    ResponderExcluir
  3. Tenho mais curiosidade em relação a esse filme pela presença da Brenda Blethyn, que considero uma grande atriz e até subestimada.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas