CAFÉ ALMOÇO JANTAR


Café Almoço Jantar se constitui em uma trilogia de médias-metragens dirigidos por três mulheres orientais que inevitavelmente trazem perspectivas sensíveis às relações amorosas – cerne entre os três filmes. Wang Jing, Anocha Suwichakornpong e Kaz Cai englobam, além de toda teia que representa casos amorosos, valores que circundam as pessoas ao acaso.

A ambiguidade do sentimento de paixão e/ou amor é pulsante em Jantar, de longe o melhor dos curtas. O último, além de seu lado lúdico para representar a saudade, acompanha a mistura de dor e humildade súbita naqueles que foram impactados pela dor da perda. Café, o mais lento e aberto às múltiplas interpretações – todas elas sobre insatisfação -, insere ao contexto político atual ao imediatismo que infecta até as relações mais antigas. Almoço, este que na margem mostra a ternura adolescente às descobertas amorosas e o desajeito comum da idade, de longe é o que traz mais barrigas para o filme. Intenções à parte, a única coisa que o curta de Suwichakornpong consegue é ser redundante.

Por se tratar de um conglomerado monotemático, Café Almoço Jantar tem oscilações comuns de ritmo e abordagens repetitivas, mas no geral, as inserções delicadas das três diretoras são suficientes para considera-la como uma obra original.

★★★
Café Almoço Jantar (Breakfast Lunch Dinner, China/Cingapura/Tailândia, 2010) de Wang Jing, Anocha Suwichakornpong e Kaz Cai

Comentários

Postagens mais visitadas