Festival do Rio: SOB CONTROLE


A expectativa para ver a filha de David Lynch na direção após 15 anos era grande, assumo. E não esperando algo relacionado ao pai, pois seria algo como chutar cachorro morto, mas Jennifer nos brinda com um thriller policial onde a índole é o ponto principal em Sob Controle, seu assumido "filme B", que conta com produção de seu papai, em exibição no penúltimo dia de Festival do Rio.
 
Nos primeiros minutos Jennifer mostra para o que veio. Bons takes, captados em digital, sem tratamento na pós-produção e boas idéias. Mas infelizmente elas param nos primeiros minutos, no decorrer do longa tudo fica ordinário demais, tecnicamente falando.

A trama se passa na investigação de uma chacina em uma deserta estrada no interior americano, usando um cansativo ping-pong de imagens da investigação e de fatos que antecederam o crime. Para a investigação agentes do FBI são encarregados de tomar a ponta, já que os policiais rodoviários não dão conta disso, mas claramente com ego ferido, não ajudam muito na investigação. Assim, desenfreando em uma jornada onde corrupção, índole e muito sangue, Jennifer Lynch desenvolve seu segundo longa-metragem.

Neste ping-pong se destaca como Jennifer mostra os corruptos policiais em um bizarro esquema, não só para se dar bem financeiramente, mas para inflar o ego, mostrando que piedade não existe naquela estrada. Até sua reviravolta, que nos surpreende - acho que qualquer coisa fora desse ping-pong me surpreenderia - e casando pontos fundamentais do longa, mas que criam novos furos na trama, que só vamos nos tocar quando os créditos sobem. Jennifer tem potencial para ir longe, é ousada, assim como o pai, mas carece de um roteiro potente para mostrar sua força como cineasta, pois Sob Controle é um exercício de produção, já que ele é claramente feito em baixo orçamento, com um bom uso de atores, mas com um roteiro fraco, nada disso se salva.

Sob Controle (Surveillance, EUA, 2008) de Jennifer Lynch

Comentários

  1. Ahhhh, por causa do vestibular, quase não tenho tido tempo para assistir filmes bons. Quando era mais nova sabia o que ia estrear, quando ia estrear, quem tinha filmado o que....huauhauhau
    Gosto de blogs que falem de cinema. Gostei daqui.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas